Principal
FRATERNIDADE CRISTÃ UNIVERSAL
Versão em Espanhol
A Obra
A Escola
Livros da autora
Micelâneas
Origens da Civilização Adâmica
Moisés: O Vidente do Sinai
Harpas Eternas
Cumes e Planícies: Os Amigos de Jhasua
A Chave de Ouro
Sete Portais
Sínteses
Que significa afiliar-se a uma escola?
Postulantes
Paráfrasis del Kempis - O Horto Escondido Imagens
Mapas
Manuscritos

 

CUMES E PLANÍCIES
Os Amigos de Jhasua
3 Volumen
es

Autora:
Josefa Rosalía Luque Álvarez
(Hilarión de Monte Nebo).


Editora

 


Editora

 


Editora

Novamente coloco-me a teu lado, leitor amigo, para desfolhar silenciosamente as páginas vivas de um passado radiante que a Eterna Luz conserva nos seus Arquivos Eternos, e que nenhuma força humana pode destruir nem adulterar.
Folheaste folha após folha Harpas Eternas, e bebeste até a saciedade o néctar divino da vida mais pura e excelsa que passou por esta Terra como um astro sereno derramando claridade, tibieza de amor, calor de ternuras inefáveis...
A Eterna lei permite hoje a este teu irmão invisível ser o narrador de outras vidas que, da mesma forma como a tua, estiveram tecidas de grandes anelos de superação para aproximar-se do Divino Ungido, o Cristo, amador eterno desta humanidade. São as vidas dos Amigos de Jhasua que conhecestes em Harpas Eternas, com os quais te identificaste até chegar a amá-los e a sentir, pensar e querer como eles sentiam, pensavam e queriam...
A rosa vermelha do amor ao Cristo vive sem murchar-se em teu coração, e desejas, sei bem, conhecer o que fizeram seus amigos discípulos depois de sua partida aos Reinos da Eterna Luz e do Amor Eterno.
Por múltiplas causas, que seria muito pesado e doloroso detalhar, os amantes do Mestre Nazareno ignoram em absoluto a história dos continuadores de sua magna obra de redenção e de amor em meio desta humanidade. Sabes, leitor amigo, que o Cristo chegou a entregar voluntariamente sua vida por sustentar alto seu divino ideal; e perguntas com justa razão: que fizeram seus amigos e seguidores quando Ele partiu deste plano terrestre?
Algo te dirão os velhos pergaminhos que vão entregando ao mundo idealista as cavernas santuários dos solitários Essênios que em seu inquebrantável silêncio, foram os mais fiéis cronistas do Cristo encarnado. Acaso pensaram que as rochas amigas que lhes salvaram a vida, e lhes abrigaram com amor durante tantos séculos, seriam mais fiéis guardiães que os homens e a elas confiaram as amadas recordações, os poemas sublimes de amor e de fé da epopéia cristã em seu glorioso e por sua vez dolorido amanhecer.
Oh desconhecidos Essênios!...Não pensastes que os séculos destroem, e transformam em pó e cinza o que vos custou largas meditações de recordar, admirar e viver de novo tudo quanto transcrevestes nos pergaminhos silenciosos!...
Oh benditas rochas e montanhas amigas dos Essênios! Monte Quarantana, Monte Tabor, Monte Carmelo, Monte Hermón, serras imensas de Moab, guardiães também dos grandes segredos de Moisés!.. Vós sabeis o que ignora a Humanidade, porque a Lei Divina a sabe infiel, mutável, incompreensiva!...
Pena que os séculos não saibam respeitar o que vós guardais com escrupulosa fidelidade!
Mas, a Lei Divina com seu infinito poder, conserva em suas fortalezas eternas, inacessíveis a toda destruição, a todo engano, a toda deficiência, o que em nossos planos físicos esta obrigado a deixar de ser pelas muitas causas a que está sujeita a matéria corruptível e passageira.
Alegra-te pois comigo leitor amigo, idealista buscador da Verdade e canta um glorioso aleluia. A Luz Eterna é a gravadora infatigável de tudo quanto é pensado e realizado em todos os mundos do vasto universo. E é ela delicada amiga do que busca, pede e espera, com singelo coração e nobre desinteresse, ver descerrados os véus que lhe impedem a posse da Verdade.
Não será Ela, a que pôs um dia, nos lábios do Cristo encarnado em Nazareth, aquelas sugestivas palavras que nos transmitiu a tradição: "Pedi e recebereis"; "Buscai e encontrareis"; " Deus dá sua luz aos humildes e a nega aos soberbos"?
Veste pois a túnica branca dos festins sagrados dos Essênios montanheses e recebe com amor o que com amor te brinda este irmão invisível que há buscado e encontrado para ti, nos Arquivos da Luz Eterna, esta pérola escondida que possuíram os solitários da Palestina e que agora possuirás tu: A realização do pensamento do Cristo no amanhecer do Cristianismo.